23 de agosto de 2011

dia 5- alguém que te tenha desiludido muito.


não me desiludes por aquilo que és. mas por tentares ser quem não és. e para quê? achas que isso te faz sentir melhor? que faz seres melhor pessoa? não. só te estraga a vida. só faz com que as pessoas se apercebam que tu és isso. ou que queres ser. mas eu, eu sei que não és. tu não o queres ser. sei que é a maneira que encontras para te proteger. uma espécie de refugio. acertei? pois sim. eu acerto sempre. não consegues, de forma alguma, que não te conheça. não me consegues esconder nada porque te conheço melhor que ninguem. sei de tudo. fraquezas, medos, alegrias. sei o teu ponto forte. sei onde está a tua felicidade. e está aqui, bem perto de mim. tudo o que precisas é de um beijinho no coração. de umas quantas palavras confortantes. de um abraço muito apertado. de um lugar aqui. eu sei que é disso. mas porque fazes o que fazes? sentes necessidade de me mostrar que podes ter o mundo? digo-te, isso não te leva a lado nenhum. porque como já te disse, eu conheço-te. não fujas deste sentimento. não o escondas. não o esqueças. não lhe metas medo, para que ele não desapareça. sabes? vou-te contar um segredo. és o único que me faz sentir melhor. que sabe sempre como me por os olhos verdes. aquele que me faz ficar horas feita parva a olhar para os textinhos que mandas de madrugada. não trocava isso por nada. gosto tanto de ti. não sei bem o que isto é. como já te disse muitas vezes. uma amizade maior que o mundo talvez. um irmão. algo mais? não me parece. sinto um enorme carinho por ti, meu amor. mas tu fazes questão de destruir cada vez mais o que fomos construindo ao longo destes anos. pois é. desiludes-me diariamente. e se calhar eu a ti. pequenas coisinhas que faça. que por vezes, nem me apercebo. sei que isso te magoa. sei que te revoltas. e que há momentos que te apetece mandar-me embora. mas e eu? não pensas um bocadinho que seja em mim? penso muito nisto. e sabes a que conclusão cheguei? não te preocupas. não pensas no que sinto quando vejo certas coisas que preferia nem ver. talvez viver na ignorância para me sentir melhor. ou talvez não. talvez sentir toda a dor desta amizade, disto que temos. sentir-nos bem vivos. que poderei dizer mais? desiludes-me mas eu perdoou-te sempre. nunca te irei dizer adeus. jamais o faria. já fazes parte, que poderei eu fazer? nunca te irei virar costas doce.

20 comentários:

Mónica Monteiro disse...

é uma sensação horrível, mas depois de entrar parece que a água passa a óptima xD

"não me desiludes por aquilo que és. mas por tentares ser quem não és." - Para mim, este é a pior coisa que uma pessoa pode fazer, mas cedo ou mais tarde vem-se a descobrir. e a descoberta é muito má, uma desilusão, como dizes.

Mónica Monteiro disse...

Para sair da água sou pior que uma criança, se pudesse fazia birra xD

Entendo pois, ah uns meses a traz descobri que uma pessoa era "copia" de outra que também conhecia. Nunca mais consegui olhar para ela da mesma maneira, sem ver a outra por traz (http://sitiocor-de-rosa.blogspot.com/2010/12/real-loser-nao-e-de-hoje-que-reparo-no.html).

é horrível saber que há pessoas assim.

joanarocha disse...

"não me desiludes por aquilo que és. mas por tentares ser quem não és. ", é o problema de muita gente. adorei!

DanielaFilipa disse...

adoro ler o teu blog a sério :)
obrigada , mesmo muito obrigada por todas as tuas palavras fofinha! :')

Catarina disse...

"desiludes-me mas eu perdoou-te sempre" ja passei por isso e é dificil

anna disse...

adorei o blog e o post, estou a seguir (:

' dianasilva disse...

não é nada de especial, olha bem para o que escreves-te. Está perfeito *-*
" não me desiludes por aquilo que és. mas por tentares se quem não és "- adoro e sei bem o que é isso, as vezes as pessoas tentam se quem não são para nos agradar e não percebem que se nós gostamos deles é da maneira como eles são e não pela que tentam ser :c

Danii disse...

obrigada querida *
adoreii :)

anna disse...

oh, que simpática (: és mesmo querida.

anna disse...

obrigada simpatia *.*
manda o pedido no meu fbook, sff x)

Carolina Vieira disse...

imagem, amoooooooo *.*
amor o texto esta perfeito juro, foi dos melhores textos teus amor juro, ve-se que e sentido, e ve-se que ainda o amas muito porque afinal uma amizade dessas nunca se pode deixar :)

' dianasilva disse...

Ainda bem que consegui esclarecer-te algumas das duvidas que tens com o meu texto horroroso, eu cá nem com isto consigo remediar o assunto
não tens de agradecer princesa, estarei sempre aqui para ti já sabes (:

ana disse...

mais ou menos isso! estou magoada e confusa, sinto também a falta dele*

Mónica Monteiro disse...

Também não sei como é que as pessoas vivem assim, sinceramente não quero saber. Já é-me horrível saber que assim são, não quero saber o que as faz ser assim e acima de tudo como conseguem viver com elas mesmas :s

mariana disse...

adorei! vou segui (:

joanarocha disse...

não tens nada que agradecer (:

DanielaFilipa disse...

é apenas a verdade minha querida :'))
beijinho grande *

Lєтıs '' disse...

. amei este post ;o

joana m. disse...

óh meu amor, sabes o quanto gosto deste texto e o outro não fica atrás. tão os dois lindos, amo totalmente *.*

Lєтıs '' disse...

. não tens de agradecer querida, apenas orgulhar-te da tua escrita (: